domingo, 9 de fevereiro de 2014

Comparação: Pinceis de Esmalte

Existem três categorias de pincel de esmaltes: os que facilitam a esmaltação (que adoramos); os neutros (não atrapalham e nem dificultam sua vida); os que precisam de um pouco de habilidade e costume e os péssimos: os descabelados, duros e os excessivamente gordos, como o da Cora. Quando eu falo/penso em "pincel gordinho", eu imagino o pincel do primeiro tipo, porém parece que a expressão é polissêmica e a Cora interpretou como os do terceiro tipo. Mas nem sempre foi assim, a marca já teve pincel comum - das marcas nacionais- e aderindo aos nossos "apelos" para as marcas nacionais fazerem o pincel mais cheio, eles fizeram o pincel que EU não me adaptei muito bem. Então resolvi pegar os diversos tipos que tenho na minha coleção para compará-los, mostrá-los a vocês e saber a opinião de vocês também ~é lógico!
A primeira foto é do pincel comum aqui no Brasil, ou seja, o pincel que de 90 a 96% (talvez até mais que isso) das empresas nacionais colocam em seus esmaltes. Eles estão na categoria neutra: não dificultam e nem facilitam a esmaltação. E como representante peguei o Polaina Fun, da Impala.
*se você clicar nas fotos elas aumentam



Na categoria: precisa de um pouco de habilidade, o pincel chanfrado (aquele com corte diagonal). Nessa categoria, o Sedução, da Kolt, que eu apanhei na primeira camada, ficou bem arrastada, mas na segunda, nós nos acertamos e a coisa fluiu! :)



Temos ainda, o pincel longo e fino, também na categoria neutra. O "problema" com ele é que você leva um pouco mais de tempo pra fazer a tarefa porque ele não cobre a unha toda de uma vez, mas não dá trabalho nenhum de usar. Esse pincel está presente na marca Revlon e na China Glaze. Pra mostrá-lo, escolhi o Revlon, Midnight Affair. Quando eu vi a primeira vez esse pincel, achei estranho, mas hoje em dia até gosto dele :)



Agora o novo pincel da Cora. Que está na categoria: péssimo, pois EU tive muita dificuldade com ele, uma experiência difícil de explicar, mas que foi meio tensa! Pode ser que ele também precise de alguma habilidade, mas eu não consegui descobrir qual é enquanto eu usei ele. E não sei se o fato do esmalte ser de glitter também influenciou nisso, além disso, não sei se alguém percebeu essa mudança, pois não li/ouvi ninguém reclamando dele.



O pincel que EU amo, é gordinho na medida certa: aquele gordinho que cobre minhas inteiras com no máximo 3 passadas (caso do dedão, que é a minha unha de tamanho maior). Boa parte dos importados tem esse tipo de pincel, marcas como: OPI, Catrice, Bourjois, Lime Crime, Dance Legend, Zoya, etc. O representante é o George Blueney, da Catrice.



A comparação dos formatos, só acontece mesmo quando os colocamos lado a lado. As diferenças ficam muito mais evidentes:


Qual eu AMO e qual eu ODEIO também lado a lado! O que facilita e o que complica a minha vida, respectivamente



Bom, lembrando: essa é minha opinião, ok? Você pode ter amado esse pincel da Cora e ele ter te ajuda muito. Essa comparação é baseada nas minhas experiências, que não foram muito agradáveis, nesse caso. Nem sempre o que funciona pra uma pessoa, funciona bem pra outra. Se alguém tiver algum segredo pra compartilhar comigo sobre como usar melhor esse pincel, eu agradeço! (Y) :)

Apesar disso, eu percebo que a Cora está buscando atender a demanda de apelos das consumidoras. Investiram em novos acabamentos e até num pincel novo.... Porém, a marca ainda precisa melhorar em outras coisas para se consagrar melhor no mercado.
Obrigada, Cora, por saírem de sua "zona de conforto" e se arriscarem em coisas novas para nós. Espero que melhorem cada vez mais nesses aspectos da produção dos esmaltes.

Obrigada a vocês que leram tudo o que eu escrevi :)
bjoos
Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger