segunda-feira, 8 de abril de 2013

Resenha: "100 Gatos que Mudaram a Civilização"

Olá, boa segunda pra vocês! ;)
Como falei nesse post, estou sem minha câmera, então essa semana não vou conseguir postar fotos de unhas. A semana passada eu já tinha esquecido a máquina, mas já tinha programados os posts! Então, o jeito é falar de outras coisas... E hoje vou falar de livro!

Pra quem gosta de gatos, ou simplesmente é curioso, esse é um livro super bacana. Ele é grosso, mas o tamanho é pequeno, então ficaria fininho se fosse do tamanho "comum".
São várias histórias, de gatos que mudaram para o bem (como o que ajudou na compreensão da eletricidade), quanto para o "mal" (um gatinho que extinguiu uma espécie de passarinhos).

Gosto de tirar fotos do livro, mas estou impossibilitada!  :S
O livro que traz "Os Gatos mais influentes da história", de Sam Stall, fala dos felinos fenomenais, pra dizer o mínimo, que mereceram até estátuas em sua homenagem, são gatos que ajudaram em guerras, afundaram navios, inspiraram escritores, com Edgar Allan Poe e até de gatos que viraram símbolo de sorte.
Para vocês terem uma ideia melhor do livro, transcrevo aqui a história de Snowball:

"Snowball: o gato que prendeu um assassino
Douglas Beamish pensou que não seria pego pelo assassinato que cometera. Talvez estivesse certo se não fosse pela prova incriminadora fornecida por seu gato.
Isso aconteceu em 1994, quando as autoridades canadenses da ilha Prince Edward encontraram Shirley Duguay enterrada em uma cova rasa. A Real Polícia Montada do Canadá foi chamada para investigar. Deram bastante atenção a uma jaqueta de couro encharcada de sange que havia sido enterrada dentro de um saco plástico junto ao corpo. Infelizmente, todo sangue era de Duguay, portanto inútil para comparações de DNA. Mas os especialistas forenses descobriram mais: 27 fios de pelos de gato. A polícia lembrou que Beamish, o ex-companheiro de Duguay, morava com os pais não muito longe da cova, e que eles eram donos de um gato chamado Snowball.
A polícia obteve uma amostra de sangue de Snowball, esperando poder compará-lo ao DNA dos pelos. O problema que logo surgiu é que ninguém havia feito algo parecido até então. Após uma série de telefonemas, as autoridades localizaram o único grupo de pessoas no planeta que talvez pudesse ajudá-los: uma equipe de pesquisadores do Laboratório de Diversidade do Genoma do Instituto Nacional do Câncer de Frederik, em Maryland, que estava desenvolvendo o mapa do genoma felino.
Os cientistas nunca haviam participado de uma investigação do tipo 'CSI', e foi necessário convencê-los a fazer isso. Assim que concordaram, conseguiram rapidamente isolar o código genético dos pelos da jaqueta e compará-lo à amostra de sangue de Snowball. Por causa dessa evidência e do testemunho dos cientistas que desenvolveram a tecnologia, Beamish foi condenado por assassinato e mandado a prisão. O caso criou um precedente para o uso de DNA felino na identificação de criminosos na cena do crime. Mais tarde, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos recebeu a quantia de 265 mil dólares para criar um banco de dados nacional de genética felina. Tal banco de dados forneceu a tecnologia necessária para ajudar os laboratórios forenses ao redor do mundo a relacionar pelos de gatos encontrados em cenas de crime ao animal específico. Graças a Snowball, agora os criminosos podem ser presos por causa de seus próprios amigos peludos."

No canal Animal Planet, tem um programa chamado "Testemunha Animal", que aparece essa história, mas vai mostrando toda a investigação da polícia, bem mais completo pra quem quer entender o assassinato e tal.
O post ficou meio grande (isso que dá ficar sem câmera), mas espero que vocês tenham gostado e que tenham ficado com curiosidade de ler o livro. Lembrem-se de me dizer o que acharam! ;)

Tenham uma boa semana! bjoos
Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger